Como Organizar brinquedos

https://lharmonia.com.br/2019/06/03/como-organizar-brinquedos/

Manter o acervo de brinquedos organizado é um grande desafio em todas as casas, especialmente para as mães.

 

Nem toda casa possui um cômodo exclusivo onde as crianças tenham seu espaço de brincar, e mesmo quando é possível ter, elas espalham brinquedos em outros ambientes, e tá tudo bem. No entanto, é importante criar um esquema para organização dos brinquedos a fim de estimular o brincar de forma saudável e evitar que a casa toda se transforme num campo minado, onde é preciso andar cuidadosamente para não quebrar algo ou mesmo se machucar ao pisar em uma pecinha ou outra de brinquedo.

 

Deixo aqui algumas dicas para te ajudar a organizar e manter a organização dos brinquedos:

 

1- Descarte!
Separe, junto com as crianças, os brinquedos que elas não usam mais e descarte. Você pode doar em instituições que acolhem crianças carentes, passar para alguma criança menor da família, doar para alguma creche ou berçário, ou mesmo trocar por outro brinquedo usado para sua criança, em alguma feira de troca de brinquedos.

 

2- Faça rodízio dos brinquedos!
Essa é, inclusive, uma recomendação de pediatras, pedagogos e profissionais especializados em desenvolvimento infantil. O excesso de brinquedos provoca desinteresse. Ao limitar a quantidade de brinquedos disponíveis além de reduzir o acervo, nos dá a possibilidade de termos algo novo para introduzir, especialmente em dias que a criança esteja entediada.

 

3- Organize assim:

-Crie categorias!
Separar os brinquedos por tipo facilita que as crianças encontrem o que estão buscando, bem como retornem os objetos para o lugar ao final da brincadeira.

Exemplo de categorias: jogos, bonecas, fantasias, blocos de montar, carrinhos, livros, material de artes e pintura, massinhas, quebra-cabeças, pelúcias, panelinhas e utensílios de cozinha, etc.

 

-Use organizadores!
Caixas, cestos, baldes, caixotes, móveis funcionais com nichos ou gavetas.
O mercado oferece uma ampla gama de opções. Escolha aquela que melhor se adapta ao seu espaço e necessidade para acomodar cada categoria de brinquedo.

 

-Identifique!
Use etiqueta ou figura do tipo de brinquedo para identificar as caixas.
Se preferir, use cestos ou baldes de cores diferentes para cada categoria.
Assim facilita encontrar e depois guardar os brinquedos.

 

-Prateleiras para livros!
Dê preferência às que permitem que a capa do livro fique visível, ao invés do dorso, isso facilita a identificação inclusive para os pequenos ainda não alfabetizados.

 

Dicas de ouro:

 

-Evite colocar peças pequenas em organizadores grandes e fundos. É comum vermos uma caixa plástica ou caixote grande no canto da sala para guardar os brinquedos. Porém, guardar vários brinquedos misturados numa caixa grande e funda, dificulta que as crianças encontrem o que estão buscando. Com isso elas acabam sempre brincando com o que está por cima, ou espalhando tudo pra conseguir acessar o que deseja.

 

-Para kits com peças pequenas como, quebra-cabeças, hot wheels e LOL’s, por exemplo, use caixinhas menores com tampa ou saquinhos que fecham, tipo plástico ziplock ou saquinhos de tecido com zíper, que permitem que cada kit fique junto e não se misture com os outros.

 

Caso você não queira investir em comprar caixinhas organizadoras vale reaproveitar, por exemplo, potes de sorvete ou outros alimentos. Além de ser uma medida de economia, é sustentável. O importante é criar um esquema para organizar e manter a organização, então vale reaproveitar o que você tem em casa, especialmente para quem tem habilidade, potencial criativo e tempo para criar os próprios organizadores.

 

A organização, além de contribuir para nosso bem estar e conforto, é uma ferramenta para criarmos crianças mais conscientes, ensinando a importância de um estilo de vida mais sustentável e responsável com o meio ambiente e a sociedade.

Posted By

Luciana Silveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *